Pôster da Evidências – Kantar Health avalia relatórios produzidos pela CONITEC

Pôster da Evidências – Kantar Health avalia relatórios produzidos pela CONITEC

Avaliar os relatórios produzidos pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) desde 2011 sobre as decisões de incorporações de novas tecnologias.  Esse é o tema de um dos três pôsteres produzidos pela Evidências – Kantar Health que serão apresentados na 19ª reunião europeia da International Society For Pharmacoeconomics and Outcomes Research (ISPOR). O evento acontece em Viena, na Áustria, de 29 de outubro a 2 de novembro.

O pôster health technology assessment in Brazil: metrics from the National Commission for Incorporation of Technologies (CONITEC) reports foi produzido por Teresa Lemmer, Alexandra Piedade, Eloisa Moreira, Guilherme Julian e Renato Oliveira do departamento de Pesquisa Clínica da Evidências – Kantar Health.  

O estudo observou que a maioria dos pedidos (54%) é submetida por entidades públicas, e que muitas vezes esses relatórios são encaminhados para a comissão com a análise econômica incompleta. “A maior parte dos relatórios com pedidos de entidades públicas (78%) não reporta análises econômicas completas – o que é uma proporção muito alta quando comparada com os relatórios encaminhados pelas entidades privadas (5,4%). Mesmo assim, a taxa de aprovação de pedidos de incorporação das entidades públicas é muito maior (73%) do que quando o submissor é uma entidade privada (10%)”, declara Lemmer.

“Isso mostra que, mesmo que os critérios da CONITEC exijam a inclusão de análises econômicas completas (análises custo-efetividade/utilidade; custo-minimização), na prática, muitas novas tecnologias são incorporadas sem esse tipo de análise, ou seja, não fica claro que critérios de fato guiam a incorporação de novas tecnologias no SUS. Identificamos a necessidade de reforço da inclusão de análises econômicas completas para avaliação da incorporação e também de maior clareza e transparência dos fatores que guiam os processos de decisão”, analisa.

ISPOR

A ISPOR é um dos mais importantes canais de divulgação científica sobre farmacoeconomia e pesquisa de resultados. Além de ser uma organização pública sem fins lucrativos para propósitos educacionais e científicos, a ISPOR objetiva promover a ciência da farmacoeconomia, a pesquisa de resultados e facilitar a tradução dessas investigações em informações úteis para os tomadores de decisão na área de cuidados à saúde. A sociedade tem mais de 6.500 membros em 100 países, além de 62 Capítulos Regionais com mais de 4.800 membros. A ISPOR promove três encontros anualmente, realizados na América do Norte, na Europa e na América Latina ou Ásia.

Filtrar
Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber notícias e informações da Evidências.

Veja também